Crianças com dificuldade de aprendizado? Saiba o que fazer!

Crianças com dificuldade de aprendizado? Saiba o que fazer!

No Brasil o número de crianças que apresentam dificuldades de aprendizado é enorme, chegando em torno de 40 a 50%. Esse número é bastante preocupante e uma indicação enorme de problemas. A aprendizagem escolar consiste na combinação de vários fatores, sendo eles genéticos, neurobiológicos, psicoemocionais, socioculturais, pedagógico, institucional e familiar.

Para saber o que deve ser feito é necessário entender todos esses pontos e então descobrir onde existe a falha para poder contornar e conseguir assim resultados positivos no aprendizado dessas crianças.

Fatores genéticos

Conhecidas como transtornos de aprendizagem são fatores que dificultam e muito o aprendizado das crianças e está diretamente ligado a questões genéticas, quando existe alterações nas conexões ou deficiências em determinadas áreas do cérebro. Isso pode ocasionar em atrasos no desenvolvimento cognitivo das crianças que não conseguem acompanhar o ritmo de desenvolvimento esperado para a sua idade e é perceptível logo na primeira infância, na idade escolar.

Para contornar essa situação é necessário identificá-la e estimular a criança de acordo com suas dificuldades. Ter o acompanhamento de um profissional como pedagogo é super importante também para que a criança não tenha seu aprendizado prejudicado.

Fatores socioculturais

Outro fator determinante para a dificuldade de aprendizado é o fator sociocultural e nele é importante ficar atendo a família, grupos que faça parte, comunidades e a sua sociedade em geral onde possuem valores, representações e estereótipos. Se uma criança esta contida em grupos que não ligam para a educação e possuem grau de ensino as crianças tendem a seguir o mesmo caminho, então mesmo estando contidas nesse meio é importante ter um incentivo que as puxem a se dedicarem ao aprendizado.

Fatores institucionais

As instituições também são importantes responsáveis pelo aprendizado das crianças e pelas suas dificuldades. Instituições de ensino precárias, que não oferecem uma boa qualidade educacional e não incentivam os alunos a se dedicarem tendem a apresentar resultados negativos e crianças com maiores dificuldades. Para contornar isso é importante que as crianças sejam incentivadas e tenham materiais para estimular o estudo, como por exemplo caligrafia cursiva em pdf para alunos de alfabetização que estejam começando a escrever e ler e um planner de estudos em pdf para que seja acompanhado o seu progresso.

Fatores familiares

A família é a base de tudo, se uma criança passa por complicações na família, discussões constantes, falta de incentivo e entre outras coisas seu aprendizado fica bastante comprometido. Um lar para criação de uma criança feliz deve ser calmo e acolhedor, então é muito importante que todos os pais e responsáveis busquem sempre o melhor para as crianças e estimulem sempre aos estudos para conseguirem se desenvolverem com uma maior facilidade.

Benefícios ofertados aos estudantes de graduação de baixa-renda

Benefícios ofertados aos estudantes de graduação de baixa-renda

Muitos estudantes passam anos nas escolas apenas imaginando sobre o ensino superior e qual curso e instituição irão escolher para seguirem sua carreira profissional. Universidades publicas e privadas oferecem todos os anos milhares de vagas para novos alunos se matricularem e assim ingressarem nos estudos.

O Brasil é composto por um grande número de jovens de baixa renda que muitas vezes são impossibilitados de ingressarem em universidades devido a falta de recursos que não permitem a eles uma educação de qualidade quando comparado a jovens de classes sociais mais altas. Devido a isso esses jovens de baixa-renda enfrentam grandes dificuldades na concorrência de uma universidade pública e não possuem condições de se matricularem nos particulares.

Diante dessa situação e do desejo de realizar o sonho de jovens em fazerem um curso superior programas sociais começaram a serem implementados para viabilizar o ingresso dos estudantes de baixa renda. Granes exemplos desses programas são o ProUni e o FIES que auxiliam esses jovens na sua formação e os qualificam para o mercado de trabalho.

O que é o ProUni?

O ProUni é um programa do Ministério da Educação que foi criado pelo Governo Federal no ano de 2004 com o objetivo de oferecer bolsas de estudo integrais e parciais a alunos de baixa renda em instituições particulares de ensino superior. Essas bolsas são oferecidas a cursos de graduação e especializações.

O ProUni 2022 se aproxima e é uma excelente oportunidade para quem deseja ingressar em um curso superior, mas não tem condição financeira suficiente de custear a matrícula e as mensalidades.

Ainda para quem é beneficiado pelo ProUni também é importante ficar atento sobre a Bolsa Permanência. Para quem sempre pergunta como funciona a Bolsa Permanência do ProUni? Ela é uma ajuda de custos do governo onde os estudantes ganham um auxílio mensal que é depositado mensalmente em suas contas ajudando e muito no dia a dia desses jovens.

Para conseguir o auxílio da Bolsa Permanência só é necessário que os estudantes preencham alguns requisitos mínimos como:

  • Somente estudantes com bolsas PROUNI de 100% podem participar;
  • É preciso estar matriculado em um curso com ao menos 6 semestres de duração e com aulas de 6 horas de duração;
  • Ter uma frequência em aulas de ao menos 80%.

FIES

O FIES assim como o ProUni é um programa oferecido pelo Ministério da Educação para possibilitar o ingresso de estudantes de baixa renda ao ensino superior para que consigam assim se qualificar para o mercado de trabalho conseguindo melhores condições através dos estudos que assim conseguem abrir mais portas.